sábado, 13 de agosto de 2016

934 - A PINTURA DE DELFONSO (Homenagem do Blog)

 
     O varzealegrense Ildefonso Vieira Lima tornou-se conhecido no centro-sul cearense por suas habilidades na difícil arte da pintura. Vários jovens passaram por seu modesto ateliê e aprenderam a manejar o pincel. Uns permanecem até hoje no ofício e outros, com os ensinamentos do mestre, galgaram profissões diversas ao longo da vida.

Além do incontestável desempenho artístico, o pintor Delfonso também marca pela original forma de contar histórias. De um jeito singelo, simples e ingênuo, narra situações do cotidiano sertanejo.

Outro dia, Delfonso contou que um morador do sítio Panelas, em Várzea Alegre, descia uma íngreme ladeira de bicicleta quando avistou uma pessoa com as calças arriadas e acocorado no meio de uma roça de milho. Ao ver a cena, o indiscreto ciclista gritou:

- Eeeei cagão!

O homem, flagrado na desconfortável situação, levantou as calças rapidamente e buscou localizar o impertinente no leito da estrada vicinal. Ao ver o rapaz que seguia distante, sem saber o que falar, improvisou:

- E tu andadô de bicicleta...

Colaboração: Ropson Frutuoso
(imagem Google)

Obs.: Hoje, o nosso querido Delfonso nos deixou, mas seu legado de simplicidade, afeto e bondade continuará conosco por muito tempo.

3 comentários:

  1. Flávio, adoro teus textos, por isso sou visitante assídua deste blog

    ResponderExcluir
  2. Kkkkk Flávio... Este história me reportou uma vez na trilha da totoia -Mazagao/Ap, em que pedalavamos no meio do mato e o neto avistou uma tia na mesma situação, kkkk mas ele gritou:corta p 18 e saímos pé em baixo, a tia ainda deu tchau kkkkkk

    ResponderExcluir