sábado, 4 de dezembro de 2010

281 - BOMBEIRO REZADOR



        Zé Mendonça foi um rezador afamado que viveu pelas bandas das Lavras da Mangabeira, município do sertão cearense. Muitas pessoas buscavam seus serviços para curar doenças graves, benzer chocalho e proteger o gado do tingui, e também em busca de apoio em situações que o homem comum não conseguia resolver.

          Em uma forte estiagem da década de setenta, vários sítios do município lavrense sofreram com incêndios em suas matas e roças. Um preocupado agricultor do distrito do Arrojado procurou Zé Mendonça para conter o avanço do fogo. O serviço foi contratado e as fortes rezas começaram.

        Passadas algumas horas o lavrador voltou ainda mais preocupado:

       - , o fogo é aumentando. Num respeitando nem os aceiro que a gente fez perto das cerca.

      - Me diga direito como começou esse fogo? – perguntou o famoso rezador.

       - Foi só um vizin atear fogo na broca dele com isqueiro que a bagaceira começou.

       Já retomando o ritual de orações, Zé Mendonça justificou:

      - Entonce foi isso. Eu tava rezando errado. Tava rezando era pra fogo riscado de fósco*.



* Redução para fósforo bastante usada no sertão nordestino nas palavras proparoxítonas.

Colaboração: Maria de Lourdes Souza

(imagem Google)

7 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Tá vendo como tem diferença entre o fogo riscado com fósco e fogo riscado com isqueiro ???? kkkkkkkkkkkkkk "Minino", até nas "reza" o caba tem que saber explicar "direitim"... kkkkkkkkkkkkkkkk Êita nós!!!!

    ResponderExcluir
  2. Como é gostoso entrar aqui!! Rsrsrs...o riso é dobrado sem dúvida!
    Bjins

    ResponderExcluir
  3. essa foi boa breve postarei no meu rsrsr no meu blog hoje tem postagem sua abraços

    ResponderExcluir
  4. Essa foi hilária e, são por essas e outras que é importante saber a procedência das coisas, rsrsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  5. Flavio:estas histórias são o meu elixir de todos os dias.flavinho só faltor vc na festa.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Paulo Roberto Barros6 de dezembro de 2010 10:30

    Tem é muito rezador igual esse aqui cidade Macapá,

    ResponderExcluir
  7. Espero que este rezador tenha acertado a marca do "fosco" usado.
    Muito boa esta.
    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir