sexta-feira, 23 de setembro de 2011

473 - O QUATI DE IGUAÇU




Das muitas e perfeitas obras de Deus na natureza,  as cachoeiras são seguramente uma das mais impressionantes. Dias atrás senti o privilégio de conhecer as belíssimas cataratas no sul do Brasil, em Foz do Iguaçu. 

Não presenciava algo tão espetacular desde que há alguns anos visitei a também marcante Cachoeira de Santo Antônio, no Laranjal do Jari. Como cearense do árido sertão,  essas volumosas quedas d’água sempre me comovem.

Nas Cataratas do Iguaçu, tanto no lado brasileiro como no lado argentino, além do show das águas, os turistas se divertem com os quatis(ou coatis), animais símbolos do parque. Porém essa integração entre os dóceis e curiosos bichinhos com as pessoas preocupam os ambientalistas, especialmente pela comida jogada pelos visitantes aos gulosos mamíferos de nariz pontudo. 

Visitando outros lugares daquela interessante região fronteiriça do sul brasileiro, em uma loja de artesanatos, encontrei uma camisa com uma foto do animal na parte da frente e uma frase preservacionista atrás:        
  
Não dou o meu quati.”

2 comentários:

  1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!
    Nem eu!

    ResponderExcluir
  2. Eu que estaa atrasada três leituras, bolei de rir, primeiro lembrei da minha viagem às cataratas, um quati roubou a Fanta da Dani, segundo meu querido tio... roubou a moça pela segunda vez... será?? E Flavin ser expulso do primeiro cinema ia ser trauma pro resto da vida... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkSaudades do lindo e pomposo São luiz.

    ResponderExcluir